Visitante Nº

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Poemas Góticos.

Muros19/10/2008

Por detrás destes muros que vês agora

Existe muito mais sangue e dor que se possa imaginar

O odor exala toda a podridão da alma

O escarlate mostra a vida que já se foi

O frio traduz a solidão dos ossos desconjuntados da carne agora

No interior de todo esse espaço murado

Não há mais nada que se possa chamar existente

Tudo está se decompondo lentamente

O som do vento só está reverberando a tristeza

Ninguém pode ver, nem pode sentir

Não há quem possa cogitar este fato

Os que aqui habitaram, já se foram

Sem nem olhar pra trás

Aqui, só a escuridão

Só a morte chegando

Somente os acordes do nada

Na sinfonia do inexistente

Por trás destes muros, de todos eles

Ainda há algo, que mais tarde já não será.

2 comentários:

  1. Parabéns amei teus poemas!!
    Muito legal teu blog.

    ResponderExcluir
  2. Ai amiga, muito obrigada. Visite-me sempre.

    ResponderExcluir